Idosa de 92 anos mata filho para não ter que viver em asilo

Popular | 06 de Julho de 2018

Uma senhora de 92 anos é acusada de ter assassinado o próprio filho, de 72 anos, para escapar de ser colocada em um asilo. O caso ocorreu no Arizona, nos Estados Unidos.

 

Anna Mae Blessing vivia com o filho e namorada dele em Fountain Hills, no interior do estado. De acordo com a polícia local, ela escondeu duas pistolas nos bolsos de seu roupão de dormir, se dirigiu até o quarto onde ele dormia e efetuou diversos disparos.

 


Após matar o filho, Anna Mae teria se voltado contra a nora, que tentou mantê-la calma até conseguir chutar a arma para longe e fugir. Aos investigadores, a mulher relatou que a sogra teria dito que estava cansada com a forma como era tratada.

 

“No meu entendimento, ela deve ter planejado isso por alguns dias, pois havia uma disputa com o filho que queria colocá-la em um lar para idosos”, disse o sargento Bryan Vanejas, responsável pelo caso, em entrevista à CNN.

 

Anna Mae foi presa, acusada de assassinato premeditado e sequestro. Em depoimento à polícia, teria admitido o crime e afirmado dizer ao filho: “Você tirou minha vida, então também vou tirar a sua.”

 

Ela havia se mudado para a casa onde viviam o filho e a nora seis meses antes do ocorrido.

• Fonte: YAHOO


Mulher de moto tem cabeça esmagada por caminhão

Facebook

©Copyright 2018 - Todos direitos reservados a Rondônia Geral

O site não se responsabiliza por conceitos emitidos nos artigos e nas colunas assinadas e também pelo conteúdo dos anúcios de terceiros.